História
Fernando de Noronha

Quem conhece o paraíso de Fernando de Noronha não imagina o que toda aquela beleza já presenciou. A ilha, de origem vulcânica, foi descoberta em 1503. O Arquipélago carrega o nome de Fernando de Noronha em razão do português Fernão de Lorona ter financiado a expedição que originou sua descoberta.

Depois, vários países passaram a cobiçar o arquipélago, e Fernando de Noronha foi por 201 anos um presídio de disputas acirradas e mortais. O motivo de tanta luta não foi devido à sua beleza da ilha, mas sim por sua posição estratégica.

No último século, entre os anos de 1938 e 1945, a ilha tornou-se um presídio político e em razão disso desmataram o arquipélago inteiro para que os presos não construíssem jangadas, ou seja, todas as árvores de Fernando de Noronha são secundárias. Outra alteração ambiental que Fernando de Noronha sofreu indevidamente foi inserção do lagarto Teju, conhecido também como Mabuya, a sua importação para a ilha foi para eliminar as ratazanas que vinham nos navios.

Atualmente, todos que vão a Fernando de Noronha se deparam inúmeras vezes com esses lagartos, que se tornaram um ícone da ilha.

Em 1945 na Segunda Guerra Mundial, o Brasil concordou em ceder aos EUA um espaço para que eles montassem uma estação de rastreamento aéreo de teleguiados, mas nos dias atuais só há ruínas e histórias para contar.


Atualmente, o arquipélago onde fica Fernando de Noronha é conduzido e pertence ao Estado de Pernambuco. É de longe a ilha mais bonita do Brasil.

Entre em Contato

Nosso Endereço

Rua Major José Inácio, 1942
São Carlos-SP, Brasil

Horário de Atendimento

Das 08:00 às 17:00
De Segunda à Sexta

Contato

contato@fernandodenoronhapacotes.com.br
Tel./WhatsApp: +55 16 99792-1253

Nossas Redes Sociais